Tendo vivido no início do século XX, na Alemanha, o Padre José Kentenich é o Pai fundador do Movimento de Schoenstatt. Com um forte amor a Maria e ao Santuário, foi diretor espiritual de um grupo de jovens, cujo compromisso resultou nas primeiras Alianças de Amor. A Aliança de Amor é um compromisso para, com Maria, construir um mundo melhor

O Padre José Kentenich nasceu no dia 18 de Novembro de 1885, na Alemanha. Foi ordenado sacerdote em 1910 e nomeado Director Espiritual do Seminário dos Padres Palotinos em Schoenstatt em 1912.

No período de 1912 a 1914 realizou com os jovens um intenso trabalho de auto-educação da personalidade, estando sempre atento a realizar o seu mais profundo anseio: conduzir os jovens a uma experiência vital de amor com Maria.

No dia 18 de Outubro de 1914, Padre José Kentenich proferiu uma palestra a um grupo de jovens onde revelou "uma secreta ideia" de convidar Nossa Senhora a estabelecer-se numa capelinha de São Miguel, que estava abandonada no Vale de Schoenstatt - cidade de Vallendar, na Alemanha.

 

O Pe. Kentenich, responsável pelos jovens do Seminário dos Padres Palotinos, queria que eles sentissem a proximidade e a presença de Maria naquele lugar. Por isso, Maria deveria estabelecer-se ali para manifestar o seu amor e poder realizar milagres da graça da transformação e tomar nas suas mãos a educação da juventude.

No entanto, o Padre Kentenich não só convidou Maria para ali se estabelecer, como quis também comprometer os jovens com esta causa. Para que esta capelinha fosse transformada num lugar de graças, eles deveriam oferecer sacrifícios, orações e especialmente esforço para alcançar a santidade. Mais tarde, esta colaboração encontra a expressão concreta nas contribuições do capital de graças.

A esse compromisso mútuo foi dado o nome de "Aliança do Amor" e, a partir desse dia, houve uma perceptível manifestação de Maria no Santuário. Muitos eram os que ali recebiam graças de abrigo, transformação e apostolado. O pequeno Santuário espalhou-se por todo o mundo, tornando-se conhecido também por nós.

Toda a vida de José Kentenich vida foi um viver em aliança com Maria. Na força desta aliança, superou todas as dificuldades, lutas e sofrimentos inerentes a sua missão, mesmo os anos do Campo de Concentração e do exílio pela Igreja.

Selar a Aliança de Amor é incluir-se na hora das graças daquele 18 de Outubro e estar disposto a colaborar com Maria, para que do Santuário Ela ajude a salvar a humanidade.

 Padre Kentenich - Aliança de Amor

PIONEIROS DE SCHOENSTATT